ATE MK70

A ATE MK 70 (às vezes chamada de Continental / Teves MK 70) é na verdade um desenvolvimento adicional do ATE MK 60, vamos simplificar a história. Se quiser saber mais sobre o funcionamento do sistema ABS, pode consultar o artigo sobre o ATE MK 60 no nosso website em “ACtronics Insights”. O que é importante agora é saber que uma unidade ABS consiste em um motor de bomba, uma HCU (Unidade de Controle Hidráulico) e uma centralina (ECU).


O QUE FOI AVARIA EM MUITOS CASOS

A grande maioria das queixas que ocorrem com o ATE MK 70 referem-se a erros no sensor de roda e comunicação com a centralina de ABS. A marca ou o tipo do veículo parece fazer pouca diferença nessas queixas: Citroën, Ford, Mazda, Opel, Peugeot, Renault, Seat, Skoda, Suzuki, VW ... todos eles têm os mesmos problemas. Nós, portanto, não o vamos cansar com lista de códigos de erro, porque eles diferem por marca e tipo de veículo. Essa lista seria realmente enorme. O interessante: o que falha exatamente?

AVARIAS RELACIONADAS COM OS SENSORES DAS RODAS

Em uma centralina (ECU) de ABS da ATE MK 70, os componentes da placa de circuito impresso falham regularmente, de forma que os sinais dos sensores das rodas não são processados adequadamente. Isso geralmente ocorre devido a defeitos num ou mais processadores. Substituir processadores é um trabalho muito especializado, uma vez que cada processador está ligado à placa de circuito com pelo menos 128 pés e um dissipador de calor gigante por trás da placa de circuito garante que o conjunto resfrie rapidamente durante a soldagem. Remover e soldar um processador, não é possível sem um processo especial com resfriamento. Nosso departamento de Pesquisa e desenvolvimento (P&D) encontrou uma solução muito boa para este problema.

ATE MK70 centralina de ABS

AVARIAS RELACIONADAS COM À COMUNICAÇÃO

Infelizmente também acontece que não se consegue comunicar com a centralina ECU do ABS ou que que se pode ler vários erros que apontam para a rede CAN. Nesses casos geralmente também são os processadores que causam os problemas. Portanto, neste caso, a solução também é substituir os processadores.

N.B .:

De vez em quando, chega-nos também reclamações sobre o motor da bomba. A grande maioria dessas reclamações é causada por danos derivados do líquido dos travões que entra no motor da bomba. Infelizmente, este problema não é totalmente recuperável em todos os casos. Quando não é recuperável oferecemos uma unidade de substituição completamente refabricada.

O PROCESSO DE REFABRICÃO

Todos os componentes que chegam à Ractronicos são testados exaustivamente com o nosso banco de teste Vision para um diagnóstico correto. Não só observamos a reclamação do cliente, mas também verificamos todos os pontos fracos conhecidos da unidade. Somente quando o problema estiver claro, a unidade passará para o processo de refabricação.

ATE MK70 centralina de ABS

Antes de prosseguirmos com a refabricação, removeremos primeiro a centralina (ECU) do bloco hidráulico (HCU). Depois de desmontada, a centralina (ECU) pode ser recondicionada.

ATE MK70 centralina de ABS

Centralina ECU

Ao contrário da unidade Bosch ABS 5.7, por exemplo, a centralina de ABS da ATE MK70 não é recondicionada pelo departamento de Bond “Conexões”. Isso porque no ABS não é usado nenhum fio na placa de circuito impresso da ECU ABS para conectar os componentes entre si. Todas as conexões neste caso são, pontos de solda direta na própria placa de circuito impresso. Reparar conexões e substituir componentes é feito pelos nossos técnicos experientes do departamento de soldagem. Como acabamos de mencionar, o processador não cede apenas ao desconectar. Felizmente, nosso departamento de P & D, desenvolveu um método comprovado para substituir profissionalmente o processador.

ATE MK70 Detalhe

Quer saber mais sobre a técnica de soldagem? Vai para o nosso site, no menu “ACtronics Insights”, estão ainda publicados artigos sobre o atuador turbo Hella e a unidade de ABS Bosch 5.7. A técnica de soldagem foi extensivamente descrita nestes textos.

Após a refabricação da centralina (ECU), montamos os componentes novamente. Mas antes de enviarmos a unidade de ABS ao cliente, é claro que é novamente testada, se tudo realmente funciona corretamente. Naturalmente, são verificados todos os pontos fracos novamente e não apenas a reclamação do cliente. São essas etapas extras no processo que fazem a diferença entre uma reparação e uma refabricação.

A ATE MK 70 EM DETALHE

Pouca coisa mudou tecnicamente desde o ATE MK 60, exceto o fato de que foi melhorado a capacidade e a velocidade do processador. A ATE MK 70 é muito mais compacta e leve em relação os seus antecessores: a unidade completa, incluindo a bomba, agora pesa apenas 1,6 kg. ATE economizou principalmente no peso reduzindo o bloco hidraúlico (HCU) e o motor da bomba. Felizmente, o motor da bomba não perdeu energia por causa disso: As novas técnicas tornaram o novo motor da bomba ainda mais forte do que seu antecessor.

Diferentemente da concorrente Bosch, a ATE (Continental / Teves) da MK 70 ainda não mudou para as placas de circuito cerâmicas. O fabrico de placas de circuito impresso de cerâmica requer equipamento especial que oferece muito mais opções, mas é, portanto, muito mais caro. No entanto, as placas de circuito impresso de cerâmica têm muitas vantagens: são menores e mais leves, conduzem muito melhor o calor e permitem estruturas muito complicadas com componentes muito pequenos (muitas vezes incorporados). Com o objetivo de economizar peso e material, este é certamente um passo em frente.

Também é sempre interessante para os engenheiros: as designações dos pinos mais importantes da ficha. ATE arranjou convenientemente a ficha, porque ambos os pinos para a fonte de alimentação são colocados separadamente no lado direito (pinos 1 e 14) e ambos os pinos para o terra estão separadamente no lado esquerdo (pinos 13 e 26). Ideal para medir rapidamente se a tensão funciona. Infelizmente não podemos ajudar com os outros pinos: estes infelizmente diferem por marca e tipo de veículo. Consulte os esquemas elétricos das marcas dos veículos em questão da ATE MK 70.

ate-mk70-ficha

DESMONTAGEM DA UNIDADE DE ABS

Antes de desmontar uma unidade, recomendamos que pelo menos desligue a bateria e volte a ligar somente quando a centralina (ECU) do ABS for montada. Sabe-se também que existem veículos onde o sistema ABS deve ser re-iniciado. Tenha isso em mente ao montar a unidade de volta.

A desmontagem varia por tipo de veículo. Consulte a documentação disponível do fabricante do veículo para mais informações. Queremos enfatizar que o bloco hidráulico é feito de alumínio. Este é um material relativamente macio, portanto tenha cuidado ao soltar e apertar a tubagem dos travões.